Ações que pagam dividendos mensais: como identificar?

Investir em Ações é uma das principais possibilidades que a renda variável oferece aos investidores. Entre os diversos critérios para escolher os papéis que farão parte da sua carteira, você pode dar preferência para Ações que pagam dividendos mensais.

Essas alternativas podem gerar renda passiva e apresentar diversas outras vantagens para sua carteira. Contudo, é preciso fazer uma avaliação completa para ser capaz de identificar onde estão as melhores oportunidades.

Neste conteúdo, separamos informações importantes para ajudar você a investir em papéis que pagam bons dividendos. Confira!

O que são dividendos?

Os dividendos são um dos tipos de proventos pagos pelas empresas. De forma simples, eles correspondem a uma parte do lucro das companhias de capital aberto que é dividida entre os acionistas.

Assim, o recebimento da renda passiva por meio dos dividendos é uma das formas de obter rentabilidade com o investimento em Ações no longo prazo. A outra é por meio da valorização do preço de negociação dos papéis.

Como eles são distribuídos?

Antes de buscar no mercado as Ações que pagam dividendos mensais, é importante entender como eles são distribuídos. Por lei, todas as companhias de capital aberto no Brasil devem distribuir os proventos, definindo em estatuto o percentual deles.

Então, após a apuração dos resultados e diante da ocorrência de lucro, a porcentagem relativa aos dividendos é dividida entre os acionistas. A divisão é proporcional à quantidade de papéis que cada um possui.

Em relação à frequência de distribuição, ela varia de acordo com a política de dividendos de cada empresa. Os negócios podem fazer pagamentos anuais, semestrais, trimestrais ou mesmo mensais, por exemplo.

Quais as vantagens de receber dividendos?

O investimento em empresas que pagam dividendos traz diversos pontos positivos aos investidores. Com essa alternativa, você tem a chance de obter uma renda passiva e até mesmo conquistar a independência financeira e viver de rendimentos.

Também há a vantagens na construção de patrimônio. Afinal, os dividendos podem reforçar a rentabilidade da carteira de investimentos por gerarem ganhos recorrentes. Se forem reinvestidos, eles aceleram seu enriquecimento no longo prazo – permitindo que você construa um futuro muito mais tranquilo.

O investimento em Ações que pagam dividendos frequentes também melhora a previsibilidade de recursos. Isso pode ajudar na estruturação do orçamento e planejamento financeiro e, como visto, pode garantir recursos para fazer novos aportes na bolsa.

Quais são as Ações que pagam dividendos mensais?

Sabendo a importância de investir em dividendos, você pode ter interesse em buscar Ações de empresas que façam esse pagamento. Se a sua procura for por pagamentos mensais, a análise exige mais atenção.

Isso porque é mais comum que as companhias tenham uma distribuição menos frequente. Ainda assim, é possível encontrar aquelas com dividendos recorrentes. Em geral, as empresas maiores e consolidadas no mercado são as que conseguem manter os pagamentos.

A explicação é que negócios novos ou menores ainda exigem um fluxo maior de reinvestimento. Com isso, costumam pagar menos proventos — e com menor frequência.

Além disso, na bolsa de valores vale ficar atento aos empreendimentos de setores com estrutura montada. Por exemplo, os segmentos de energia e saneamento tendem a se destacar.

Como identificar as melhores Ações para investir na bolsa?

Para incluir as Ações que pagam dividendos em sua estratégia, é necessário pesar alguns aspectos na escolha. A avaliação criteriosa faz toda a diferença na hora de saber onde alocar seus recursos, em busca dos objetivos de recebimento mensal.

Se quiser encontrar os melhores papéis na bolsa de valores, veja as dicas que separamos para que você as coloque em prática!

Faça uma análise fundamentalista

A análise fundamentalista é aquela que considera os principais pilares de um negócio. Em vez de observar características pontuais e imediatas (como a cotação de uma Ação em determinado momento), ela realiza uma avaliação completa.

Para colocá-la em prática, é importante conhecer questões como as vantagens competitivas da companhia, a sua gestão, o nível de governança, a estabilidade dela no mercado e seus dados financeiros.

A intenção é compreender como têm sido os resultados até agora e, principalmente, quais são as projeções em médio e longo prazo. Com a análise, é possível escolher empresas sólidas. Além disso, claro, verifique no estatuto o percentual e a frequência de pagamento de dividendos.

Avalie o dividend yield e o dividend payout

Além de conhecer a análise fundamentalista, você precisa saber quais indicadores usar e como aproveitá-los. Já que a intenção é encontrar Ações que pagam bons dividendos mensais, podemos destacar o dividend yield e o dividend payout.

O dividend yield é considerado o rendimento de dividendos e serve para indicar qual é o retorno do investimento em Ações, na forma de dividendos. Para tanto, usamos a seguinte fórmula:

DY = Dividendos pagos nos últimos 12 meses / Valor unitário da Ação

O indicador permite fazer comparações entre empresas do mesmo setor, em busca da melhor alternativa. Como é um valor relativo, você não considera apenas o total que foi pago e, sim, o quanto significa em termos da cotação.

O outro fundamento é o dividend payout, o qual serve para mostrar qual é o percentual do lucro líquido que é distribuído na forma de proventos. Portanto, a fórmula é a seguinte:

Dividend payout = Total de proventos distribuídos / Lucro líquido no período

Mas tenha atenção: na hora de avaliar os fundamentos do negócio, não se limite ao resultado atual. Confira o histórico de pagamentos para saber se os proventos das empresas têm sido consistentes ao longo do tempo.

Pense em seu perfil e nos seus objetivos

Até aqui, você viu o que tem que conhecer e analisar sobre as empresas. No entanto, ainda é preciso considerar as suas próprias características antes de tomar decisões.

Por isso, é essencial conhecer seu perfil de investidor e quais são os seus objetivos. Desse modo, é possível saber qual é a sua propensão a investir em renda variável. Afinal, ela envolve maior risco, especialmente devido à alta volatilidade.

Lembre-se de que até mesmo Ações que pagam bons dividendos podem passar por crises – reduzindo, inclusive, o lucro distribuído. Logo, você deve avaliar se essa alternativa está alinhada às suas metas.

Como vimos, as Ações que pagam dividendos mensais ou com maior frequência podem oferecer ao investidor a chance de viver de proventos e acelerar os resultados na carteira.

Então, para tomar boas decisões na bolsa visando o longo prazo, não deixe de avaliar suas metas pessoais e os fundamentos das companhias. Também é essencial contar com uma corretora sólida e de confiança para fazer seus investimentos.

Fonte: Blog Genial Investimentos